Vídeo

 

Introdução

Fazer o controle do recebimento das parcelas de cartão de crédito e das taxas é um grande desafio. Mas fazer a conciliação das vendas é um trabalho de gestão importante para qualquer estabelecimento.

Felizmente, o Programa Consumer oferece uma ferramenta simplificada para ajudar nessa gestão. Continue lendo para entender como fazer esse controle sem depender de planilhas de Excel.

 

Formas de Pagamento e Taxas

O primeiro passo é acessar o Programa Consumer e na sequência ir até o módulo Financeiro -> Formas de Pagamento. Nesse módulo, você tem a opção de cadastrar novas formas de pagamento:

 

 

Ao cadastrar as formas de pagamento, é preciso vincular as bandeiras (Elo, MasterCard, Visa, dentre outras) aceitas pela sua credenciadora:

 

 

O Consumer já vem com algumas pré-cadastradas, entretanto, caso trabalhe com alguma que não está listada, basta clicar em “Nova Bandeira”:

 

 

Definindo as Taxas e o Prazo de Recebimento

Em seguida, clique sobre a respectiva forma de pagamento, por exemplo, “Cartão de Crédito”. Do lado direito, você deve então preencher o campo que indica a taxa sobre o pagamento e o prazo de recebimento em conta:

 

 

Conciliação e Visualização dos Recebimentos

Ao finalizar a configuração acima, para cada venda realizada, o sistema irá fazer o controle correto, separando o recebimento para o prazo informado e as taxas para as respectivas operadoras.

Visualize esses lançamentos em Financeiro -> Contas a Receber.

 

 

Atenção: Vendas realizadas no cartão (crédito/débito) em finais de semana, serão contabilizadas apenas no próximo dia útil, mesmo que as taxas e dias a receber não tenham sido configurados.

 

Filtrando os recebimentos

Para que as taxas dos cartões não contabilizem no lucro final e sejam descontadas da receita, recomendamos que ao final do dia, filtre os pagamentos recebidos em cartão de débito/ crédito/ iFood Online em Financeiro -> Contas a Receber, conforme mostramos na imagem abaixo:

 

 

A coluna “Valor Líq.” apresenta o valor total já com as taxas descontadas, ou seja, o que receberá de fato. Já a “Valor Previsto” considera o valor sem as taxas descontadas ainda. Sendo assim, calcule manualmente o valor das taxas subtraindo o valor líquido do valor previsto:

 

 

Registrando os valores em Contas a Pagar

O valor obtido do cálculo acima deve ser registrado como uma despesa em Financeiro > Contas a Pagar > Novo. No meu exemplo, o valor que eu lançaria seria R$60,95 (valor previsto: R$1.665,81 – valor líquido: R$1.604,86).

 

 

Conferindo os valores líquidos

Ao registrar o valor em contas a pagar, para consultar o saldo realizado da empresa já com as taxas descontadas, basta acessar o relatório “Meu Negócio” no menu Financeiro”:

 

Este artigo foi útil para você?